Siga-nos nas redes sociais e receba conteúdos exclusivos!

Posts Recentes!

Como Poupar Dinheiro Ganhando Pouco

Se você ganha pouco e acha impossível conseguir poupar, saiba que essa não é uma missão impossível. É sim, possível, poupar dinheiro ganhando pouco. 

Mas, isso depende de bastante organização e eleger prioridades, além de conhecimento, para saber como poupar ganhando pouco. 

Vamos ver, através de ações e planejamento, como isso é possível. Confira!

Como poupar dinheiro ganhando pouco 

Para saber como é possível conseguir poupar, ganhando pouco, vamos às ações.

Saiba exatamente quanto você ganha e quanto você gasta 

Tem pessoas que acham que ganham muito pouco, já outras não possuem a menor ideia onde gastam e em que gastam. 

Caso você tenha respondido “sim” a um desses cenários, então a primeira ação é para você. 

Pegue um caderno ou agenda e anote, durante um mês, tudo o que você gasta: desde as compras no mercado, o pingado na padaria, as bugigangas do dia a dia… Anote tudo! 

E claro, não deixe fora suas contas já assumidas: cartão de crédito, água, luz, aluguel… Tudo deve entrar nas anotações dos gastos. 

E em outra página, anote o quanto você recebe. Se você for empregado com carteira assinada (CLT), anote qual o valor exato que é depositado na sua conta. 

Depois, pegue o holerite e confirme esse valor: esse é seu salário líquido. Do salário bruto, são descontados impostos como o INSS e o imposto de renda. Portanto, não adianta fazer as contas com o salário bruto. Você precisa saber qual é seu salário líquido. 

Mas, se você for autônomo, anote todas as entradas de dinheiro em um mês. Dessa forma, você terá uma boa ideia de qual a sua renda mensal. 

Ao terminar o mês, analise seus gastos e qual é a sua renda. Então, você pode chegar a duas conclusões: 

  1. Não ganho muito, mas meus gastos estão equilibrados 

Que bom! Isso quer dizer que mesmo ganhando pouco, você consegue pagar todas as suas contas e ainda, sobra alguma coisa. 

Você não fica no vermelho. Esse é um cenário muito bom! 

  1. Gasto bem mais do que ganho 

Então, nesse cenário você precisa se orientar ou arrumar uma renda extra, para conseguir equilibrar seus gastos. 

O ideal é organizar suas finanças em 50 – 30 – 20. Ou seja, 50% com gastos essenciais, 30% com outros tipos de gastos, não essenciais para sobrevivência, mas igualmente importante como internet, plano de saúde, etc. E 20% dinheiro para você poupar e investir. 

  1. Fique longe dos juros 

Muitas pessoas acham uma “maravilha” dividir tudo que compram em várias parcelas, no crédito. 

Porém, quando você faz isso, para uma compra que poderia ser paga à vista, provavelmente está pagando juros. Os juros fazem sua compra ficar mais cara. 

E se você somar os juros de todas as compras que dividiu em várias parcelas, vai ficar surpreso (a) com quanto dinheiro foi embora. 

Portanto, sempre que possível, opte pelo pagamento à vista, sem juros. 

Além disso, quando for fazer uma compra e optar pelo pagamento à vista, chore um desconto. Às vezes, você consegue um desconto expressivo, justamente porque vai pagar à vista. 

  1. Tenha metas 

Por que você deseja poupar? Quer aumentar seu patrimônio? Deseja comprar um carro novo ou uma casa? Ou simplesmente quer complementar sua renda na aposentadoria? 

Ter metas é essencial para conseguir manter seus investimentos a longo prazo. Afinal, com bastante organização e persistência, você conseguirá atingir seus objetivos e alcançar suas metas. 

  1. Avalie suas despesas 

Será que você realmente você precisa de tudo o que compra? Claro que comprar uma coisa nova é uma delícia. Mas, sem dúvidas, muitas pessoas exageram. E acabam comprometendo o orçamento com compras de produtos que não precisam. 

Faça uma geral no seu armário, veja se realmente você precisa de mais roupas. Dê uma boa avaliada nos itens que já possui e faça uma análise crítica do que você realmente precisa e o que compra, só por impulso. 

  1. Investir é tão importante quanto ganhar dinheiro 

Há pessoas que conseguem, com um bom planejamento, investir para alcançarem seus objetivos. 

Para isso, é importante que você conheça seu perfil de investidor e também conheça as opções de investimento, para cada perfil. 

Afinal, quando se fala em “poupar”, você não pode achar, simplesmente, que a poupança é o único investimento que existe. Fora que a poupança perde para a inflação, portanto, é um péssimo investimento deixar o dinheiro parado na poupança. 

Assim, você poderá proteger Seu Futuro Capital da inflação e ganhar rendimentos com o poder dos juros compostos a longo prazo. 

Portanto, se você não conhece, está na hora de estudar CDBs, LCI, tesouro direto, investir em renda variável, ações, fundos imobiliários, por exemplo, dentre tantos outros tipos de investimento, cada um para um perfil de investidor. 

Com todas essas ações, certamente você vai conseguir poupar dinheiro ganhando pouco. E lembre-se, o foco é sempre a melhor maneira de conseguir alcançar o que você deseja!